Ir direto para menu de acessibilidade.
Você está aqui: Página inicial
Início do conteúdo da página

Reitoria do IFRS garante recursos para obras do PPCI do Campus Porto Alegre

Publicado: Quarta, 27 de Fevereiro de 2019, 16h58 | Última atualização em Quarta, 27 de Fevereiro de 2019, 16h58 | Acessos: 600

Está mais próxima a liberação de recursos para concretizar as obras do Plano de Prevenção e Proteção contra Incêndios (PPCI) do Campus Porto Alegre do Instituto Federal do Rio Grande do Sul (IFRS). A Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec) do Ministério da Educação (MEC) abriu, nesta segunda-feira, 25 de fevereiro de 2019, um Termo de Execução Descentralizada (TED) para destinar recursos extra orçamentários ao IFRS. O início do ano letivo no campus, que ocorreria em 20 de fevereiro, foi adiado e as atividades administrativas estão restritas como medida preventiva.

O Termo de Execução Descentralizada foi uma solicitação feita pelo IFRS à Setec/MEC por ofício, no dia 19 de fevereiro. O reitor, Júlio Xandro Heck, esteve na Setec para tratar do tema e solicitou R$ 1,2 milhão para realizar as adequações no Campus Porto Alegre necessárias para o cumprimento do PPCI, destacando a urgência da situação.

Com a abertura do TED, o Instituto agora está informando o Plano de Trabalho elaborado, que inclui descrição das obras, justificativa para a realização e cronograma previsto. Os próximos passos serão a avaliação do Plano pela Setec e então a liberação dos recursos.

O reitor afirma que a  elaboração e execução dos PPCIs é ação prioritária no IFRS. Dentre as demandas por investimento na instituição a partir de 2018, a maior parte dos recursos é destinada a essa finalidade, com projetos e obras em execução em diversos campi. Essa prioridade também está expressa no planejamento de infraestrutura do Plano de Desenvolvimento Institucional 2019/2023.

“Os PPCIs de todas as nossas unidades são uma prioridade institucional e estamos trabalhando para regularizar estas questões. No entanto, o adiamento do semestre letivo no Campus Porto Alegre está nos exigindo medidas especiais e imediatas: solicitamos ao Ministério da Educação a liberação de recursos emergenciais para o PPCI do Campus – no que já fomos atendidos pela abertura de um TED”, explica, acrescentando: “Também apresentamos ao Campus um Plano de ação para resolver as pendências atuais. Tenho convicção  de que com o trabalho conjunto da Reitoria e da Direção do Campus Porto Alegre isso estará resolvido em breve”.

(Com informações do Portal do IFRS)

 

Leia também:

Informações sobre o adiamento do início do ano letivo no Campus Porto Alegre e horário de funcionamento das atividades administrativas

IFRS solicita recursos ao governo federal para agilizar obras do PPCI do Campus Porto Alegre

Fim do conteúdo da página