Ir direto para menu de acessibilidade.
Você está aqui: Página inicial > Todas as notícias > Notícias Principais > Para os estudantes do IFRS: Guia traz esclarecimentos e dicas sobre as APNPs
Início do conteúdo da página

Para os estudantes do IFRS: Guia traz esclarecimentos e dicas sobre as APNPs

Publicado: Sexta, 04 de Setembro de 2020, 19h49 | Última atualização em Terça, 08 de Setembro de 2020, 13h40 | Acessos: 511

Para esclarecer dúvidas e auxiliar os estudantes na realização das Atividades Pedagógicas não Presenciais (APNPs) do Instituto Federal do Rio Grande do Sul (IFRS), está sendo lançado o Guia para Estudantes. São 15 perguntas e respostas, com textos recheados por dicas e orientações.

Como fazer para acessar as APNPs? Os horários são os mesmos dos cursos presenciais? Tem avaliação? Esses são alguns questionamentos respondidos no guia. A consulta é válida também para pais ou responsáveis dos estudantes do IFRS que queiram obter mais informações.

> E vale a pena conferir as dicas para gerir o tempo e tirar o melhor proveito dessa época de #EstudaEmCasaIFRS, nas páginas 21 e 25 do Guia.

Sobre as Atividades Pedagógicas Não Presenciais no IFRS:

Devido ao contexto de pandemia de Covid-19, o IFRS suspendeu as atividades presenciais em março de 2020. Como a situação de risco à saúde e contágio do novo cornavírus se manteve por vários meses, a Instituição decidiu pela oferta de Atividades Pedagógicas Não Presenciais (APNPs) optativas aos estudantes do Ensino Médio, da graduação e da pós-graduação. Apesar de não serem obrigatórios, os componentes curriculares das APNPs poderão ser aproveitados para integralização no histórico escolar. As APNPs serão ofertadas nos 17 campi a partir de 14 de setembro de 2020.

(Texto: Depto. Comunicação / IFRS - Reitoria)

Saiba mais:

IFRS vai ofertar atividades pedagógicas não presenciaismatéria publicada em 21/08/2020

Estudantes podem se candidatar para auxílio inclusão digitalmatéria publicada em 04/09/2020

Estudantes bolsistas podem se candidatar para receber auxílio inclusão digitalmatéria publicada em 19/08/2020

Fim do conteúdo da página