Ir direto para menu de acessibilidade.
Você está aqui: Página inicial > Permanência e Êxito
Início do conteúdo da página

Permanência e Êxito

Publicado: Sexta, 26 de Agosto de 2022, 15h38 | Última atualização em Segunda, 05 de Setembro de 2022, 20h26 | Acessos: 1142

O acesso à educação é visto, por muitos, como um dos principais fatores para se alcançar melhores oportunidades de trabalho, e o aumento da escolaridade o principal caminho para a mobilidade social. O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul – IFRS, criado através da Lei 11.892, de 29/12/2008 em consonância com o contexto de sua criação e comprometido com a concepção de Educação Profissional e Tecnológica que o justifica, preocupa-se em desenvolver práticas que objetivam, além do acesso, a permanência e o êxito dos estudantes.

O IFRS trabalha através da criação de tempos e espaços voltados para a discussão das práticas pedagógicas nos Campi, com foco especial no acompanhamento e na análise do desempenho dos educandos, com o intuito de superar os índices de evasão e retenção identificados na Instituição.

Nesse contexto, a partir dos diagnósticos quantitativo e qualitativo por Campus e por curso, o IFRS instituiu a Comissão Interna para Acompanhamento das Ações de Permanência e Êxito dos Estudantes, com grupos de trabalho em cada Campus, com objetivo de propor medidas para superar a evasão e a retenção/reprovação dos estudantes.

Assim, em 2018, o IFRS aprovou a Resolução 064 que instituiu o Plano Estratégico de Permanência e Êxito dos Estudantes do Instituto Federal do Rio Grande do Sul (IFRS).

Atendendo a referida Resolução em 14 de julho de 2020 o IFRS lançou uma plataforma interativa para facilitar o acesso aos dados do primeiro Diagnóstico Discente do Instituto Federal do Rio Grande do Sul (IFRS). A ferramenta compõe o Observatório de Permanência e Êxito do IFRS.

No Campus Porto Alegre, a CIAAPE (Comissão de Acompanhamento das Ações de Permanência e Êxito) tem como membros natos as coordenações de todos os cursos do Campus, além de representantes da Direção/coordenação de Ensino, do Setor Pedagógico, da Direção/coordenação de Pesquisa, da Direção/coordenação de Extensão, da Direção/coordenação de Desenvolvimento Institucional, da Assistência Estudantil, dos Registros Acadêmicos, da Organização Estudantil de nível médio, da Organização Estudantil de nível superior e um representante de cada Núcleo de Ações Afirmativas (NAPNE, NEPEGS, NEABI) .

 

 2º edição do Diagnóstico Discente do IFRS

Acesse o formulário clicando neste link. 

 

 

 

Fim do conteúdo da página