Ir direto para menu de acessibilidade.
Você está aqui: Página inicial > Todas as notícias > Notícias Principais > Suspensão das atividades letivas do IFRS é prorrogada até 3 de julho
Início do conteúdo da página

Suspensão das atividades letivas do IFRS é prorrogada até 3 de julho

Publicado: Sexta, 22 de Mai de 2020, 16h56 | Última atualização em Terça, 26 de Mai de 2020, 18h13 | Acessos: 888

A suspensão das atividades letivas nos campi do Instituto Federal do Rio Grande do Sul (IFRS) foi prorrogada até 3 de julho de 2020. A decisão foi tomada em reunião extraordinária do Conselho Superior (Consup) da instituição, realizada na manhã desta sexta-feira, 22 de maio de 2020. Os servidores seguem trabalhando de forma remota nesse período. Uma nova avaliação será realizada em reunião do Consup já agendada para ocorrer até 23 de junho.

A medida visa preservar a vida da comunidade acadêmica devido à pandemia de Covid-19 e contribuir para evitar a disseminação do novo coronavírus.  A oficialização será publicada em Resolução do Consup.

Nesse período, permanece o posicionamento institucional pelo não uso da educação a distância (EaD) em substituição às atividades letivas presenciais, ressaltando-se que atividades complementares poderão ser desenvolvidas com os estudantes (saiba mais na Nota da Pró-Reitoria de Ensino).

O calendário acadêmico, atualmente suspenso, deverá ser readequado e referendado pelos conselhos institucionais (Conselhos de campi e Conselho Superior).

Retomada se dará em cenário mais seguro

As atividades presenciais estão suspensas no IFRS desde o dia 16 de março de 2020, e a instituição vem periodicamente avaliando o cenário de disseminação do novo coronavírus, o que tem motivado a prorrogação da vigência dessa medida. A retomada das atividades presenciais depende de um cenário de maior segurança para estudantes e servidores.

O IFRS tem constituído equipes de trabalho para analisar cenários e ações visando que, quando possível, o funcionamento presencial da instituição seja retomado com segurança. Entre esses, destacam-se os Comitês de Crise para Acompanhamento e Prevenção da Covid-19 – na Reitoria e nos campi -, a Comissão Retorno Seguro e o Grupo de Trabalho (GT) de Retomada do Calendário Acadêmico, ambos em nível institucional, com representantes de diferentes áreas e unidades, além de grupos criados em cada campus para avaliar condições e possibilidades locais (saiba mais aqui). Foi realizado também um diagnóstico entre servidores e estudantes sobre a situação da comunidade acadêmica no período de pandemia e as condições de realização de estudos a distância (acesse aqui).

O engajamento junto às comunidades em que está inserido e o cumprimento do trabalho social vem sendo mostrado por servidores e estudantes. Em diferentes iniciativas, são elaborados equipamentos de proteção para doação a órgãos de saúde e fazendo campanhas de arrecadação de alimentos (acompanhe as notícias no site do IFRS). A instituição volta também a reforçar a campanha #FicaEmCasaIFRS, que continuará enquanto persistirem os riscos.

Saiba mais

O IFRS foi uma das primeiras instituições no Estado do Rio Grande do Sul a suspender as atividades presenciais e a criar um Comitê de Crise para Acompanhamento e Prevenção à Covid-19. A decisão de suspender as atividades letivas e estabelecer o trabalho remoto para as demais foi oficializada com a Portaria nº 281, de 13 de março de 2020, e teve período ampliado pela Portaria nº 286, de 17 de março de 2020. Agora, é mais uma vez ampliada, pela Portaria nº 309, de 15 de abril de 2020.

>> Os materiais referentes ao tema estão publicados em página específica no site do IFRS. Contatos com o Comitês para Acompanhamento e Prevenção à Covid-19 podem ser feitos pelo e-mail Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

(Com informações do Portal do IFRS)

Fim do conteúdo da página